Ginecologia e ObstetríciaSexualidade

Tire suas dúvidas sobre sexualidade

SEXUALIDADE

Quando é ideal ter a primeira relação sexual?

Primeiramente, se há duvidas é porque ainda não chegou o momento. Não existe idade ideal, a mulher deve se sentir preparada para a relação.

O que é hímen?

É uma pele que fica em volta da entrada da vagina. A primeira relação sexual dói ou sangra? Por quê?Nem sempre, geralmente na primeira relação sexual o hímen rompe, o que pode causar dor e sangrar. Isso nem sempre acontece na primeira vez, algumas mulheres tem o hímen complacente, ou seja, mais elástico.

O homem e a mulher têm a mesma resposta sexual?

Hoje as seguintes etapas do ciclo de resposta sexual são mais aceitas:

  • Desejo sexual: é a vontade de ter relação sexual, também conhecido como libido.
  • Excitação sexual: é quando ocorrem algumas mudanças no corpo para relação sexual. Nos homem é evidenciada a ereção e nas mulheres aumento da lubrificação vaginal e discreto aumento do clitoris.
  • Orgasmo: é a maior sensação de prazer.No homem geralmente é seguido da ejaculação.
  • Resolução: é a fase que o corpo volta ao estado inicial.

O homem passa por todas as etapas nesta ordem. A mulher pode passar por estas fases não necessariamente nesta ordem, podendo inclusive alternar estado de neutralidade sexual com desejo ou excitação e até ter mais de um orgasmo na mesma relação sexual, o que não ocorre com o homem.

Como sei se tenho uma disfunção sexual?

A disfunção sexual ocorre quando há alteração em alguma das fases da resposta sexual, principalmente desejo, excitação e orgasmo.

A mulher ejacula?

A maioria não. No orgasmo há contrações involuntárias e rítmicas da musculatura pélvica, o que no homem estimula a ejaculação. As mulheres possuem glândulas próximas da uretra, chamadas glândulas de skene ou parauretrais e também glândulas uretrais e algumas podem produzir pequena quantidade de liquido, que na hora das contrações do orgasmo podem ejacular.

Por que acontece a falta de desejo sexual?

As principais causas de diminuição de desejo são a falta de conhecimento tanto corporal como sobre o próprio sexo, estresse e também a habituação dos casais. É fundamental que em todos os casos sejam investigados primeiramente para causas orgânicas e hormonais e tratá-las adequadamente. Algumas delas são diabetes, alteração na tireoide, menopausa e uso medicamentos como alguns antidepressivos.

Como é o tratamento da falta de desejo sexual?

Depende da causa. Causas hormonais ou disfunções de outras doenças possuem tratamentos específicos bem como a troca por medicamentos com menor efeito possível na função sexual. Muitas vezes a orientação sexual adequada pode ser suficiente. Terapias individuais, em grupo ou de casal por profissionais de Sexualidade Humana são excelentes alternativas de tratamento.

Por que acontece a falta de lubrificação vaginal?

A falta de lubrificação vaginal pode ocorrer tanto por falta de estimulo adequado, estresse ou até por causas hormonais como pode ocorrer na menopausa.

O que pode causar dor na relação sexual?

Dispareunia, ou dor na relação sexual, pode ocorrer durante a penetração ou quando toca no fundo. Algumas causas de dispareunia de penetração são infecções principalmente fúngicas, como a candidíase, lesões de vulva ou vagina, ou ainda diminuição de lubrificação como pode ocorrer após a menopausa. Outra causa de dispareunia é o vaginismo. A dispareunia de profundidade pode ocorrer por infecções pélvicas, endometriose, ou ainda alterações ovarianas. É de extrema importância a avaliação adequada com o ginecologista.

O que é vaginismo?

São contrações involuntárias da musculatura pélvica que dificultam e às vezes impedem a penetração vaginal. É como um ciclo vicioso, em que o medo da dor da penetração gera mais contração da musculatura pélvica que gera mais dor. Geralmente estas contrações não são percebidas pela paciente, e o medo do exame ginecológico retardam o diagnostico. A consulta com ginecologista especializado é fundamental. Clique aqui para ler mais sobre vaginismo.

Nunca senti orgasmo, o que posso fazer?

Algumas mulheres têm dificuldade em saber se teve orgasmo ou não o que leva ao diagnóstico errôneo de anorgasmia. Outras mulheres preocupam-se tanto em sentir este prazer máximo da relação que não relaxam o suficiente para senti-lo. A anorgasmia pode ser primária (nunca teve orgasmo) ou secundária (tinha orgasmo e parou de ter após um período). O ideal é fazer uma avaliação médica para excluir outras causas de disfunção do orgasmo para tratar adequadamente.

Como está sua sexualidade?

A sexualidade envolve muito mais que o ato sexual em si. O bem estar geral, como controle de eventuais doenças, boa alimentação, exercícios físicos, relações interpessoais, familiares, profissionais, podem influenciar no exercício da sexualidade.

Dra. Lilian Fiorelli

 

Guia da Mulher Adulta Download Powered by Rock Convert
Lilian Fiorelli

Lilian Fiorelli

Formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Fez residência médica em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital das Clínicas da FMUSP, onde também se especializou em Uroginecologia e Sexualidade Humana.

1
Olá! Posso te ajudar com alguma dúvida sobre agendamento de consultas?
Powered by