Fisioterapia

3 motivos para dar atenção à musculatura do assoalho pélvico

Por janeiro 18, 2019 Nenhum comentário
musculatura do assoalho pélvico

Manter a musculatura fortalecida é importante em qualquer idade. Porém, muitas vezes, as pessoas se preocupam somente com os músculos que estão mais aparentes, esquecendo dos que, apesar de não visíveis e mais profundos, têm funcionalidades imprescindíveis para o organismo.

Um ótimo exemplo é a musculatura do assoalho pélvico, responsável por sustentar os órgãos da cavidade abdominal e pélvica.

Nos últimos anos ela vem ganhando destaque com o advento da fisioterapia pélvica, modalidade especializada justamente em manter essa musculatura saudável e, assim, evitando todos os transtornos que advém do seu enfraquecimento.

Mas afinal, por que é importante trabalhar a musculatura do assoalho pélvico? Confira abaixo 3 dos principais motivos que farão com que você reveja o seu conceito sobre exercícios físicos.

3 razões para você fortalecer a musculatura do assoalho pélvico

1) O músculo é responsável pelo movimento voluntário e involuntário do ser humano

Muitas pessoas têm a falsa ideia de que não conseguir segurar a urina é algo inevitável com a chegada da velhice. Porém, trata-se de uma disfunção que pode ser evitada ou mesmo tratada no momento em que se dá a devida atenção à musculatura do assoalho pélvico.

Quando a musculatura pélvica está enfraquecida e, consequentemente, os órgãos excretores comprometidos, podem ocorrer:

  1. Perda involuntária de urina ao tossir, rir, espirrar ou ao realizar esforço e atividades físicas;
  2. Dificuldade em controlar a eliminação das fezes;
  3. Impossibilidade de segurar gases.

Apesar de, à primeira vista, esses sintomas não oferecerem riscos maiores para a saúde das pessoas, eles geram transtornos no dia a dia. Por exemplo, se a pessoa está na rua e não consegue controlar uma das necessidades básicas.

Além disso, seja por vergonha ou por achar que se trata de algo normal, muitas pessoas acabam não procurando ajuda e se isolando, acarretando em prejuízos na sua vida social.

2) Pode melhorar a vida sexual

A musculatura do assoalho pélvico está intimamente ligada às questões sexuais, tanto no quesito dor quanto no que envolve o prazer.

No caso das mulheres, a fisioterapia pélvica tem o papel de promover o autoconhecimento e o controle muscular.

Assim, no momento em que a musculatura está devidamente fortalecida e a mulher consegue controlá-la com eficiência, os principais benefícios são:

  • Alívio dos desconfortos sentidos durante a relação sexual;
  • Maior vascularização da região e o consequente aumento no desejo sexual e na excitação;
  • Eleva as chances de atingir o orgasmo.

3) Ela é uma ótima aliada na gravidez

Durante a gravidez, a musculatura do assoalho pélvico fica sobrecarregada, visto que ela passa a ter que suportar o peso do bebê. Além disso, alguns órgãos são realocados devido ao crescimento do útero, fazendo com que aumente a pressão local.

Todas essas questões podem fazer com que apareçam lesões nesse músculo e, consequentemente, outros problemas, como:

  • Incontinência urinária e fecal;
  • Bexiga caída;
  • Dores na lombar;
  • Dificuldade em manter a vida sexual ativa.

Além de evitar esses distúrbios, a fisioterapia pélvica prepara o corpo feminino para o parto. No caso, além do fortalecimento da musculatura, a mulher passa a ter maior controle da região, o que pode facilitar na hora do parto normal.

Já no puerpério, ou pós-parto, ter a musculatura do assoalho pélvico fortalecido evita casos de incontinência urinária e promove uma recuperação local mais rápida e menos dolorida.

——

Como se percebe, manter a musculatura do assoalho pélvico fortalecida, assim como aumentar a conscientização sobre ele é muito importante tanto para homens quanto para mulheres.

Promover melhorias específicas, como na questão de incontinências ou sexual, essa ação devolve a qualidade de vida. Assim, procure por profissionais especializados para que todos esses benefícios sejam realmente potencializados.

1
Olá! Posso te ajudar com alguma dúvida sobre agendamento de consultas?
Powered by