Nutrição

Saiba como escolher um nutricionista

Por fevereiro 19, 2019 Nenhum comentário
como escolher um nutricionista

Nos últimos anos, as pessoas estão criando o hábito de buscar orientações sobre alimentação na internet, sem se preocuparem com o fato de que essas dicas foram elaboradas, possivelmente, por pessoas que não possuem a devida qualificação.

Nesses casos, além do risco de se manter uma alimentação deficiente em nutrientes, podem ocorrer mudanças mais graves, como alterações no comportamento alimentar.  Isso porque, frequentemente são orientadas dietas extremamente restritivas e inadequadas, que por não levarem em conta as características de cada pessoa, acabam por prejudicar seus hábitos alimentares.

É aí que surge o papel do nutricionista, profissional que está efetivamente apto a realizar orientações nutricionais para auxiliar as pessoas a atingirem seus objetivos, que podem ser:

  • Melhorar a relação com o corpo e com os alimentos;
  • Controlar doenças que estejam relacionadas à alimentação;
  • Melhorar os resultados associados à prática de atividade física;
  • Reeducar hábitos alimentares para prevenir doenças e aprimorar a saúde no geral.

Dentro do campo da nutrição existem formas distintas de atuação, sendo interessante pesquisar qual o método de trabalho e as crenças do profissional antes de agendar uma consulta.

Como escolher um nutricionista: o processo de mudança

Não restam dúvidas de que a alimentação é parte fundamental da prevenção de doenças. E para facilitar a adoção de hábitos alimentares saudáveis, é preciso uma orientação nutricional individualizada que leve em consideração a rotina e a história de cada pessoa.

Ao fazer a avaliação nutricional, o profissional deve atuar em parceria com o paciente, para que juntos possam descobrir qual o melhor caminho a seguir. Por ser uma relação que deve ser próxima e duradoura, buscar um profissional que esteja de acordo com seus objetivos certamente vai ajudar ainda mais no processo de mudança.

As orientações nutricionais devem ser visar mudanças gradativas em busca de uma vida saudável. E ao melhorar qualidade da alimentação, é possível que a pessoa perceba outros pontos positivos, como:

  • Mais disposição e sensação de bem-estar;
  • Melhor relação com a comida;
  • Sono de melhor qualidade;
  • Controle de parâmetros como colesterol, gorduras e açúcar no sangue;
  • Redução da pressão arterial;
  • Desempenho melhor na prática de atividade física;
  • Controle do peso corporal.

Como escolher o nutricionista: conhecendo os próprios objetivos

A primeira coisa a se fazer antes de procurar um profissional é definir o que é importante para si mesmo, pois a forma de abordagem costuma ser diferente entre os nutricionistas. Como o campo de atuação é muito amplo, é preciso checar qual o tipo de trabalho exercido.

Por exemplo, existe a necessidade de restrições específicas, em função de intolerâncias, alergias ou doenças? Nesse caso, é essencial verificar se o profissional possui formação para trabalhar com estas situações e está familiarizado com pacientes que possuam esse mesmo perfil.

Caso se trate de um atleta buscando melhorar seu desempenho, um profissional ligado à nutrição esportiva pode ser mais adequado.

nutricionistajulianagropp Powered by Rock Convert

A fase de vida do paciente também deve ser considerada, visto que as necessidades nutricionais e o tipo de atendimento são diferentes. O nutricionista pode se especializar no acompanhamento de crianças, adultos, idosos ou gestantes, por exemplo.

Como escolher o nutricionista: pesquisando o profissional mais adequado

Para saber qual profissional tem mais chance de dar certo no seu caso, deve-se pesquisar qual a sua formação acadêmica, verificando as especializações que foram feitas após a faculdade e os assuntos que estão sendo mais estudados por ele.

Além de buscar indicações e referências com outras pessoas, hoje em dia é possível saber mais sobre cada profissional através das redes sociais ou sites próprios. Esses meios de comunicação ajudam a divulgar o trabalho do nutricionista e tornam mais fácil a busca do paciente pelo profissional mais adequado.

Ao checar as informações e postagens, vale a pena ficar atento à linguagem do profissional e perceber se ela se identifica com seus objetivos, se faz sentido para você.

Veja se as orientações que o profissional propõe estão de acordo com sua rotina, com o que funciona no seu dia-a-dia. Isso porque, uma alimentação saudável deve ser adotada por toda a vida e, antes de iniciar as mudanças, é preciso analisar se vai ser possível mantê-las a longo prazo.

Não há uma fórmula única que funcione para todas as pessoas. Existem diversas maneiras de se manter uma alimentação saudável e diferentes formas de se alimentar. Por isso o campo da Nutrição é tão amplo e existem profissionais atuando com métodos distintos.

O acompanhamento nutricional deve levar em consideração que cada pessoa tem a sua história e a sua individualidade, e todos esses aspectos devem ser respeitados para que uma vida saudável seja também, uma vida feliz.

Sendo assim, pesquisar a formação, o método de trabalho e a linguagem do profissional pode ajudar o paciente a estabelecer uma parceria mais eficaz que vai tornar o caminho mais fácil, até que ele atinja seus objetivos

—–

E, acima de tudo, é fundamental não modificar a alimentação ou realizar dietas restritivas sem o devido acompanhamento profissional.

Powered by Rock Convert
Juliana Gropp

Juliana Gropp

Juliana Gropp é nutricionista formada pela Faculdade de Saúde Pública da USP. Especializada em Nutrição nas doenças crônico-degenerativas pelo Hospital Israelita Albert Einstein – Especializada em Nutrição Clínica pelo Hospital Sírio Libanês.

1
Olá! Posso te ajudar com alguma dúvida sobre agendamento de consultas?
Powered by