Cirurgia de Cabeça e Pescoço

Nódulo no pescoço: o que pode ser?

Por outubro 23, 2017 Nenhum comentário
tratamento para nódulo no pescoço

Você está passando as mãos por seu pescoço e, de repente, nota uma protuberância que antes não existia ali. Opa! Nódulos podem nos deixar preocupados, principalmente porque podem estar ligados a doenças mais graves.

No entanto, antes de procurar um médico ou entrar em pânico, é preciso conhecer as características do “caroço” no pescoço que devem ser observadas antes da consulta com um especialista.

O que são nódulos e quais são suas possíveis causas

Um nódulo no pescoço é caracterizado pela presença de inchaço, um “caroço” ou massa na região. Pode causar dor, deixar o local sensível e incomodar o paciente.

Em alguns casos, esses nódulos podem ser tumores malignos, que variam entre primários (que se desenvolveram no próprio pescoço) ou secundários (que têm origem em outros órgãos, mas se espalharam até o pescoço).

Os órgãos situados no pescoço podem ser locais de formações de nódulos, como a tireoide, as glândulas submandibulares e as parótidas sendo que, em alguns casos, estes nódulos podem ser câncer (conheça mais sobre os especialistas dessa área aqui).

De modo geral, outras possíveis causas para um nódulo no pescoço são:

“íngua” (linfonodo aumentado devido a infecções, por exemplo, de garganta);
linfonodo acometido por um câncer originado na boca, faringe, laringe ou até mesmo da tireoide (conhecido como metástase cervical)
tumores benignos congênitos (cisto tireoglosso, cisto branquial, linfangioma)
linfonodo acometido por infecções como Citomegalovírus (CMV), Toxoplasmose, Rubéola e até mesmo Tuberculose.
linfomas (tumor maligno dos linfonodos) cistos de pele lipoma (tumor benigno constituído de gordura)

Sintomas de um nódulo no pescoço

Quando o paciente nota a presença de um nódulo, o principal sintoma é a percepção de um abaulamento visível e/ou palpável. Estes podem ter diferentes consistências, desde amolecido até duro. Além disso, muitos deles não são dolorosos. Já nos casos que há presença de dor, geralmente são nódulos com processos inflamatórios/infecciosos associados. Porém, há necessidade de se atentar para a possibilidade de câncer quando a dor está presente.

A depender da localização do nódulo, alguns outros sintomas podem existir, como:

desconforto ao engolir ou falar;
rouquidão ou mudança na voz;
dificuldade em respirar.

Procure a ajuda de um profissional caso identifique os sintomas citados nesse texto.

Diagnóstico do nódulo no pescoço

Caso uma pessoa note a presença de um nódulo no pescoço e a mesma procure por um médico, alguns dados e passos serão fundamentais para o diagnóstico e direcionamento de pedido de exames necessários para o diagnóstico:

sexo e idade
a história sobre a evolução do nódulo (tempo de formação e crescimento)
sintomas e sinais associados
hábitos e vícios (fumo e bebida alcoólica, por exemplo)
antecedentes familiares
exame físico (etapa fundamental durante a consulta)

A partir disso, o médico conseguirá chegar a algum diagnóstico ou necessitará de exames complementares que auxiliem no diagnóstico da doença (exames de sangue, ultrassonografia, tomografia e biópsia, por exemplo).

Opções de tratamento

Cada doença possui um tratamento mais adequado. De modo geral, doenças inflamatórias/infecciosas são tratadas com medicações que variam desde sintomáticos até antibióticos. Em casos de tumores benignos, como cistos e lipomas, uma simples cirurgia é o suficiente. Já, em casos graves, como tumores malignos (câncer), o tratamento depende do tipo e estágio da doença.

O tratamento pode iniciar com cirurgias mais complexas e necessitar de complementação como quimioterapia, radioterapia e iodoterapia.

Mantenha sua rotina de exames e consultas médicas em dia e sempre busque ajuda assim que notar algo de diferente em seu corpo.

Guia da Mulher Adulta Download Powered by Rock Convert
Dr. Jorge Kim

Dr. Jorge Kim

Dr. Jorge Kim é formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), fez residência médica em Cirurgia de Cabeça e Pescoço no Hospital das Clínicas da FMUSP e foi Preceptor (chefe dos residentes) na Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do HC-FMUSP.

1
Olá! Posso te ajudar com alguma dúvida sobre agendamento de consultas?
Powered by