Dermatologia

Quais as características das manchas de pele que são consideradas perigosas?

características manchas de pele perigosas

Cuidar da pele não é apenas uma questão de estética, mas também de saúde. O grande exemplo disso são as manchas que, além de incomodarem muitas mulheres por modificar a sua aparência, podem indicar a existência de uma doença grave.

Para evitar imprevistos, é importante ter a consciência de quais características demonstram que as manchas de pele podem ser perigosas, ou seja, que tem a possibilidade de se tornar um tumor maligno ou câncer de pele.

Confira abaixo algumas características das manchas de pele para você ficar de olho. Assim que alguma delas seja notada, procure o auxílio de um dermatologista a fim de iniciar o tratamento com urgência.

Principais características das manchas de pele perigosas

Ter manchas na pele é considerado algo normal, visto que muitas delas, mesmo com cuidados diários, acabam surgindo devido ao envelhecimento natural e à exposição solar. Um exemplo disso é o melasma, que, apesar de não ter cura, não causa danos mais sérios à saúde.

Há casos, porém, em que as pintas e manchas de pele apresentam características muito específicas que indicam serem perigosas ou suspeitas. . É importante ficar atento a essas lesões porque elas podem se tornar melanomas (tumores malignos de alto risco).

As alterações consideradas suspeitas são:

1 – Assimetria

Uma das características que indicam que pintas ou manchas de pele são perigosas é a sua assimetria, ou seja, uma metade não se parece com a outra.

Para serem consideradas saudáveis, o normal é que elas tenham formato de círculo ou esfera, ou seja, haja uma simetria. Desta forma, quando elas fogem desse padrão, é fundamental dar uma atenção especial.

2 – Bordas irregulares ou não bem definidas

Quando uma pinta não tem o seu início ou fim bem definido ou então o seu contorno como um todo não é bem claro, as suspeitas são maiores  de se tratar de um tumor maligno.

3 – Coloração

Lesões benignas costumam ser homogêneas. Assim, uma das características que podem indicar que as manchas de pele são perigosas é a presença de uma variedade de tonalidades.

No caso, essa falta de uniformidade na sua coloração pode ser indício de que se trata de uma mancha cancerígena.

4 – Tamanho acima do normal

Outro detalhe que é preciso analisar em uma mancha é o seu tamanho. Caso ele tenha 6 mm ou mais de diâmetro, é mais um critério de risco de malignidade.

5 – Mudanças repentinas

Outra característica que pode indicar que as manchas de pele são perigosas é quando elas começam a apresentar alterações repentinas, seja no seu tamanho, coloração ou textura.

Assim, fique atento à evolução da lesão, principalmente se ela crescer e ficar mais dura.

6 – Sintomas

Normalmente, pintas e manchas são assintomáticas, então qualquer indício diferente disso deve ser levado em consideração. Os principais sintomas que podem indicar uma disfunção mais séria são:

  • Inflamação;
  • Dor;
  • Sensação de picada;
  • Sangramento;
  • Coceira.

7 – Surgimento inesperado

Quando uma mancha surge de forma súbita e começa a se modificar, principalmente ficando mais escura, pode ser indícios de que não se trata de algo benigno.

Previna-se!

Fica mais fácil se prevenir depois de saber quais são as características que indicam que as manchas de pele podem ser perigosas. Com essas informações, a pessoa tem um norte para que possa realizar o autoexame.

Para que todo o corpo seja analisado, há algumas dicas muito úteis, como:

  • Em um espelho que apareça o corpo todo, examine-se de frente, de costas e de lado;
  • Olhe com cuidado mãos, braços, axilas e antebraço;
  • Sentado, avalie as plantas dos pés;
  • Analise cada manchinha existente no rosto com muita atenção;
  • Observe a sua genitália;
  • Em frente a um espelho e segurando outro, analise suas orelhas, pescoço e nádegas.

Visitar o dermatologista regularmente também é muito importante, principalmente quando há casos de câncer de pele na família. Apesar das pintas e manchas não serem hereditárias, o tipo de pele e a sensibilidade podem ser as mesmas e, portanto, há chances de o problema também se repetir.

Além disso tudo, é necessário ficar atento a alguns hábitos diários. No caso, o uso do protetor solar é imprescindível, assim como evitar o excesso de exposição solar e jamais utilizar as câmaras de bronzeamento ultravioleta.

Lembre-se: caso você note alguma das características que indicam que manchas de pele podem ser perigosas, procure imediatamente o seu dermatologista!

Dra. Ana Paula Takeuchi

Dra. Ana Paula Takeuchi

Dra. Ana Paula Takeuchi é médica formada na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Fez residência médica em Dermatologia no Hospital das Clínicas da FMUSP.

1
Olá! Posso te ajudar com alguma dúvida sobre agendamento de consultas?
Powered by