NutriçãoVideos

Emagrecer sem perder o prazer em comer

Por setembro 13, 2018 Nenhum comentário

Neste vídeo, a Nutricionista Juliana Gropp fala sobre o processo de emagrecimento saudável, sem restrições ou proibições, destacando a importância de conduzirmos a alimentação forma natural e prazerosa em nossa vida.

Você sabia que cerca de 95% das pessoas que fazem algum tipo de dieta restritiva voltam a engordar?

Isso acontece porque toda vez que fazemos uma dieta restritiva e acabamos não ingerindo tudo o que o nosso corpo precisa, ele se sente ameaçado e tenta se proteger.

E a forma como o nosso corpo se protege é fazendo de tudo para dificultar a perda de peso, diminuindo então a nossa queima de gordura e o nosso gasto energético, além de aumentar a nossa fome. Desta forma, fica muito difícil continuar com uma restrição rigorosa.

E qual é o resultado do processo suscetível de dietas restritivas?

Quando se torna impossível continuar na dieta e a rotina volta ao normal, o peso acaba aumentando e, muitas vezes, aumenta mais do que o peso inicial.

Mesmo sabendo desse número alto de fracasso com as dietas restritivas, reconhecendo que talvez esse não seja o melhor caminho para emagrecer, é só abrirmos o computador para nos depararmos com uma avalanche de informações e indicações de um novo tratamento ou uma nova dieta, sem falar na rotulagem de alimentos bons e alimentos ruins, dietas boas, dietas ruins. Esse excesso de informação tende a deixar as pessoas confusas, dificultando as escolhas alimentares na hora de montar o prato e aumentando o sentimento de culpa, medo e insegurança, além de diminuir o prazer em comer, que é uma das melhores coisas da vida.

É importante lembrar que todos nós temos os nossos desejos, as nossas necessidades e as nossas preferências, e são essas particularidades que devem ser levadas em conta no momento da refeição. Isso significa que antes de comer, é importante tirar um tempo para prestar atenção ao próprio corpo, avaliando como está a sua fome, o que sente vontade de comer, qual a quantidade de comida que você precisa para satisfazer a sua fome naquele momento, entre outras observações que podem ser feitas sobre você antes das refeições.

Desta forma, você volta a prestar atenção na própria fome e consegue perceber melhor o momento em que está satisfeito, quanto você precisa comer e momento de parar de comer, que é quando você consegue satisfazer a sua necessidade.

Assim, os exageros diminuem, sem que haja proibição ou restrição e sem que você precise achar que determinado alimento é proibido e restringi-lo. Trata-se apenas da descoberta da quantidade que este alimento pode ser ingerido dentro da sua rotina. É importante destacar que a proibição pode ser até pior, porque sabemos que tudo que é proibido, muitas vezes, causa a falsa impressão de que é mais gostoso, dificultando ainda mais o controle na alimentação, sendo que o caminho fica muito mais fácil quando inserimos os alimentos que gostamos na nossa alimentação de forma natural, saudável e de acordo com o nosso próprio organismo.

Por isso, o primeiro passo para pensarmos numa alimentação mais saudável é conhecer a própria individualidade e respeitar o próprio corpo, afinal de contas, além de uma necessidade, comer é um ato fisiológico, social e deve ser natural. Não é necessário levarmos tanta informação para o momento da refeição. O mais importante é nos conectarmos com o próprio corpo e, desta forma, resgatar o prazer em comer.

Acredite, você não precisa se alimentar sem prazer para conseguir diminuir o peso.

Se desejar saber mais informações sobre as novas abordagens de perda de peso, consulte um nutricionista, e caso tenha alguma dúvida sobre o conteúdo do vídeo, entre em contato conosco pelo formulário de contato ou pelas nossas redes sociais.

Continue acompanhando nossos vídeos em nosso canal no Youtube.

Guia da Mulher Adulta Download Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Juliana Gropp

Juliana Gropp

Juliana Gropp é nutricionista formada pela Faculdade de Saúde Pública da USP. Especializada em Nutrição nas doenças crônico-degenerativas pelo Hospital Israelita Albert Einstein – Especializada em Nutrição Clínica pelo Hospital Sírio Libanês.

1
Olá! Posso te ajudar com alguma dúvida sobre agendamento de consultas?
Powered by